Início » Blog » Acessibilidade » Inteligência artificial (IA) para o bem social através da acessibilidade

Inteligência artificial (IA) para o bem social através da acessibilidade

Capa do post o que é inteligência artificial e como afeta a acessibilidade positivamente, na imagem temos o nosso tradutor virtual para Libras, Hugo, sendo carregado como um robô, mostrando a tecnologia de IA por trás das traduções.

De que maneira a Inteligência Artificial (IA) pode promover a acessibilidade digital e quais são os impactos disso? A acessibilidade antecede a inteligência artificial, e mesmo assim, elas podem se unir. Na realidade, os mecanismos modernos e digitais de IA são fundamentais para fomentar o acesso de Pessoas com Deficiência. 

Mas como isso é possível? Para responder a essas perguntas, este artigo explica quais são os efeitos sociais desta junção. Além disso, é possível conhecer o conceito de machine learning e também o Hand Talk Plugin: todos fatores que visam promover o bem social por meio da IA .

E aí, quer saber mais? Então não deixe de conferir este texto!

Faça uma boa leitura!

 

O que é inteligência artificial?

Antes de entender qual a relação da inteligência artificial com o âmbito social, é importante conhecer bem o conceito. Mas, de todo modo, provavelmente você já lidou com IA , mesmo que sem saber.

Nesse super artigo do Google: “Cinco coisas que você (provavelmente) não sabia sobre inteligência artificial”, você pode conhecer diversas funcionalidades cotidianas de IA . Dentre elas, a utilização da assistente virtual seja para a previsão do tempo ou localização.

Ou ainda, se você acessou o Google Fotos buscando por uma mídia específica. Essas e demais funções fazem parte de ações de inteligência artificial.

Mas qual o conceito deste artifício? Para responder, é preciso pensar na junção de tecnologias, sistemas e algoritmos para simular uma inteligência humana.

Na realidade, a inteligência artificial é um ramo da ciência da computação que busca simular a inteligência humana de raciocinar, perceber, tomar decisões e resolver problemas, em uma máquina.

 

Como a Inteligência Artificial (IA) pode ser usada para o bem social?

Atualmente, uma das aplicações de IA tem sido no enfrentamento da grande crise global do clima. Este já é um papel muito importante para o mundo. Além disso, mesmo sem conhecer o conceito, muitas pessoas têm acesso à inteligência artificial.

Isso quer dizer que o alcance da IA  é efetivo, o que se for utilizado para o bem pode atingir muitas pessoas positivamente. Portanto, é importante pensar também de que maneira utilizar essa inteligência para trazer benefícios à nossa sociedade.

Nesse sentido, uma solução é trabalhar com a tecnologia assistiva. Esta, por sua vez, está relacionada com todo e qualquer dispositivo que opera com o objetivo de promover acessibilidade de pessoas com deficiências, sejam estas permanentes ou  temporárias.

E, devido ao fato da IA servir como um impulso para a transformação digital, nada melhor do que essa tecnologia auxiliar também na acessibilidade no mundo digital. Por isso, algumas iniciativas já estão ocorrendo a partir da utilização de softwares de acessibilidade.

E isto tem sido feito especificamente  através da tecnologia de aprendizado de máquina, ou como no termo inglês, machine learning. Um subcampo da IA, cujo objetivo é construir programas de computador que melhorem automaticamente seus desempenhos através da experiência.

Isto é, as máquinas se adaptam, moldando-se de acordo com a experiência do usuário.

Veja exemplos de tecnologias assistivas que envolvem machine learning:

  • Sistemas de voz para realizar a leitura de páginas na web para pessoas cegas e com deficiências visuais;
  • Tradutores de Libras para  pessoas surdas;
  • Softwares de comunicação alternativa para pessoas com dificuldades na fala e etc.

 

Inteligência artificial e o bem social: o papel da Hand Talk

Após entender a abrangência e oportunidades em torno da inteligência artificial, a Hand Talk não pôde ficar de fora. Assim, quebramos barreiras e tornamos a comunicação inclusiva para pessoas surdas, passando a apostar também no que a IA tem a oferecer .

Inicialmente, ainda em 2012, iniciamos com o aplicativo que traduzia áudios e textos para a Língua Brasileira de Sinais – Libras. Entretanto, a ideia – já visionária-,  se solidificou com a possibilidade de aumentar o impacto da acessibilidade digital através da inteligência artificial.

Então, por meio dos tradutores virtuais Hugo e Maya, construídos com ferramentas de aprendizado de máquina, a Hand Talk oferece uma conexão efetiva entre pessoas surdas e deficientes auditivas às empresas. O Hand Talk Plugin, criado para levar acessibilidade aos sites dessas marcas, realiza a tradução de conteúdos de texto e imagens para a Libras, promovendo autonomia e independência desse público na hora de consumir online. Ademais, esta IA, que chegou a receber investimentos do Google, quebra barreiras de comunicação e impacta socialmente milhares de pessoas.

E, como a acessibilidade digital por meio da inteligência artificial tem sido efetiva, o objetivo é alçar voos ainda mais altos! Assim, além da tradução de português para Libras, a Hand Talk visa um outro idioma através do Hand Talk Plugin. A ideia é que assim como no aplicativo o Hugo e a Maya traduzam as páginas da web em inglês para a Língua de Sinais Americana (ASL). Esse é o efeito do crescimento da aliança do bem com a inteligência artificial através da acessibilidade no mundo digital!

Por isso, se você quer fazer parte deste impacto tão positivo, conheça o Hand Talk Plugin!

Banner com fundo verde água. Na lateral direita lê-se "Torne seu site acessível em Libras comnossos tradutores virtuais" em branco. No centro há um botão retangular verde escuro e contornado de branco com o texto "Saiba mais" centralizado. Ao canto esquerdo há uma tela de computador co o botão de acessibilidade em Libras na lateral. A Maya e o Hugo, tadutores virtuais da Hand Talk, estõa à frente dessa tela.

Voltar ao topo